Testemunho com a doença de Lyme e mononucleose

Olá, sou a Elaine, tenho 17 anos e a doença de lyme e mononucleose.doença de lyme

Há cerca de 2 anos e meio atrás fui picada no tornozelo direito por uma vespa. Naquela altura, eu não sabia que tinha a doença de Lyme. Dois dias depois de ter sido picada, fiquei com uma grande dor na parte inferior direita do abdómen, perto da cintura. Qualquer que fosse a posição estava sempre com dores.

O meu médico de família não me levou a sério. Ele pensou que eu era apenas uma jovem rapariga numa fase difícil da vida. Eventualmente, depois de algumas visitas fui enviada para um ginecologista. Ele aconselhou-me a começar a usar a pílula. Isso melhorou um pouco as coisas, mas não resolveu o problema. Poucos meses depois, eu comecei a usar produtos com Aloé vera o que resultou numa febre intensa. Eu fiquei na cama uma semana, estava com muitas dores e não conseguia andar. Quando voltei um mês depois, seguiram-se um monte de exames no hospital. Eu tinha uma taxa de inflamação de 170, em vez dos normais 10. Mas, infelizmente, o hospital foi incapaz de encontrar a causa. Resolvi ir a Antuérpia (Bélgica) onde fui examinada três dias depois mas também sem descobrirem o que tinha.

Pouco tempo depois, um homeopata/naturopata diagnosticou-me a doença de Pfeiffer (vírus mononucleose infecciosa) e a doença de Lyme (bactéria espiroqueta). Após 9 meses de tratamento intenso, eu curei-me da doença de Lyme.

Mas era inexplicável porque é que a minha perna não curava. Quando eu estava de pé e em movimento por algumas horas, a minha parte inferior do corpo ficava muito cansada e a minha anca e perna direita pareciam chumbo. Não podia cruzar as pernas, sem uma dor considerável seguir-se.

Quando eu fui a um osteopata descobriu-se que a minha pélvis estava inclinada. Devido à minha dor, eu tinha assumido uma postura que era completamente errada. Os meus músculos foram encurtados. Eu andava e sentava-me mal. Felizmente, a minha pélvis está agora onde deveria estar. Mais uma vez: uma melhoria. O osteopata ainda pensava que o cansaço do meu corpo e perna eram inexplicáveis.

Muito provavelmente, a picada da vespa lutou com a minha doença de Lyme, fazendo com que algo fosse danificado na minha anca, células e músculos.

Entretanto nós entramos em contacto com os produtos da ARIIX.

Eu posso dizer desde já que acho que eles são produtos de topo!

Comecei apenas com o PureNourish o que ajudou um pouco na diminuição do meu cansaço, mas quando eu comecei a tomar a bebida MOA duas vezes por dia melhorei bastante. Quando juntei ao MOA o Rejuveniix foi fantástico. Depois de uma semana, eu tive 2 dias incríveis onde parecia incansável e de volta ao meu velho eu. Após 3 semanas, passei a notar que sou capaz de fazer muito mais coisas por causa dos produtos da ARIIX.

Sei que já estou numa curva ascendente e hoje sou uma cliente satisfeita!

Clique aqui para conhecer melhor os produtos ARIIX!

Clique aqui para ler testemunhos de pessoas com os produtos ARIIX!

2016-12-29T06:13:47+00:00 August 2nd, 2014|